terça-feira, 12 de agosto de 2014

Uma estranha parcialmente no paraíso

E tudo "começou" com dois testes de farmácia positivos; O segundo exibiu o que geralmente é a segunda linha rosa antes mesmo da linha de controle, e com o resultado do Beta alguns dias depois, deu pra entender o motivo: meu nível de hcg estava altíssimo. Então... Era isso, eu estava grávida. Quer dizer, estou grávida.

Atualmente, estou entre a 11° e 12° semana de gestação, ou seja, fechando o primeiro trimestre, e poucas coisas mudaram nesse tempo. Pelo menos, fisicamente. Tirando o tamanho dos meus seios e os enjoos insuportáveis diários, consigo olhar meu corpo e relacioná-lo com o de três meses atrás. Já minha cabeça... É tanta, tanta coisa acontecendo e se transformando, que eu precisava encontrar uma forma de aliviar tamanha pressão.

Muitas pessoas já me sugeriram criar um blog ao longo dos últimos anos. Até tentei algumas vezes, mas eu sempre me desmotivada e largava de lado. Talvez porque esse mundo é tão saturado, cheio do mesmo... Moda, cinema, música, humor.. Uma busca rápida no google e você encontra uma infinidade de blogs de diferentes aparências, mas com praticamente o mesmo conteúdo.
Não que não exista vários blogs e sites para e sobre gestantes, mas simplesmente não encontrei nenhum com uma linguagem jovem que trouxesse mais do que temas e explicações relacionados à saúde da mãe e do bebê e coisas mais superficiais (moda infantil, decoração e afins). Senti falta de um lugar onde questões sociais e culturais fossem debatidas, onde mães são preocupadas com aspectos mais importantes da futura vida de seus filhos. Isso tudo, claro, com uma visão não moralista, moderna, bem argumentada, e ao mesmo tempo, que seja divertido e interessante.
Deste modo, agora eu tenho uma motivação genuína e sem nenhum fim material, um porquê pra perder tempo escrevendo, e sem me importar se alguém vai ler.
"Se sentindo mãe" é o meu status há quase três meses, e após o nascimento, pra sempre. Será - coloquei no futuro, pois, por mais que eu me sinta assim, até que meu filho(a) esteja respirando em meus braços, sou apenas uma gestante - a minha nova condição, a nova base da minha pessoa. Contudo, não só disso eu sou feita. Serei/sou mãe, mas também sou e estou tantas coisas. E são essas coisas que vou escrever aqui, neste diário de gravidez virtual. Explorar, pesquisar, refletir e desconstruir todos os pensamentos, preocupações, dúvidas e desabafos válidos de serem compartilhados neste espaço.

Você, também gestante/mãe ou não, é bem vindo para me acompanhar nessa viagem sem volta, e eu realmente espero que outras pessoas se sintam inspiradas e confortáveis para dividir comigo opiniões construtivas e suas histórias particulares.
Vem comigo!

6 comentários:

  1. parabéns flor, que venha com muita saúde

    http://phantasiedermode.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Sabe, gostei bastante de como escreveu! Eu nunca estive grávida, mas, uma das minhas melhores amigas, eu fiz por causa de uma gravidez. Sou madrinha do filho dela, e aprendemos muitas coisas juntas.
    Bem, sei que não sou mãe, mas, já tive tantas crianças ao meu redor, e bichos, também (que não passam de crianças que não falam, de quatro patas), que já livrei ela de vários sufocos. É sempre bom ter alguém pra nos ouvir e compartilhar os grandes pequenos feitos dessas coisinhas que trazem tanta alegria e tanto medo ao mesmo tempo.
    Desejo que tenha uma gravidez tranquila e que seu filhote (sempre torço para nascerem meninos XD) seja lindo e saudável!
    Sei que não me conhece, mas, se precisar de um ombro amigo, é só chamar!

    Lara Torres - www.araposabranca.com

    ResponderExcluir
  3. PARABÉNS QUERIDA *0*
    http://toobege.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. parabéns pela gravidez
    essa sensação de descoberta é uma maravilha
    tudo agora vai mudar

    Linda Noite!
    Beijinhos da Nanda
    Mamãe de Duas

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da forma como se expressa e que bom que resolveu criar um blog para compartilhar com o mundo essa experiência, tenho apenas 17 anos e pretendo esperar um BOM TEMPO pra ser mãe, mas gosto de acompanhar blogs e vlogs assim, então aqui você acaba de conquistar uma leitora que está doidinha para ver fotos desse baby quando nascer hehehe

    www.palavrasrepetidas.com

    ResponderExcluir
  6. Amei seu blog.. Queria seguir pra poder ter mais informações e tal.
    Como vc descobriu que estava gravida?
    Pq tipo eu dei uma pisada na bola mês passado.. Já tem três dias que estou pra fica e nada de descer. Não sinto nada, nem a cólica antes de descer e muito menos as dores de cabeça insuportável.
    Sei que é doido demais achar que apenas pq tem três dias que eu esteja. Mas sabe quando vc sabe que tem algo errado? Sou eu!
    Enfim..
    Beijos

    ResponderExcluir